Portela

Portela
Vamos comemorar que a campeã voltou! Portela!!! #PortelaCampeã
"O que é de verdade ninguém mais hoje liga: isso é coisa da antiga" - Ney Lopes e Wilson Moreira

Olá!!!Seja bem-vindo!!

Elsa (Frozen) ♥

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Nos deixou o sambista Ataulpho Alves Júnior



Ataulpho Alves Júnior faleceu na noite deste domingo, 15 de outubro, vítima de um infarto. Ele morreu em seu apartamento onde morava com a família na Glória, Zona Sul do Rio de Janeiro. O enterro deve ser ocorrido  no Jardim da Saudade em Sulacap, bairro localizado na região do Realengo na Zona Oeste do município do Rio. O cantor havia completado 74 anos no dia 5 de agosto.

Ataulpho Alves Júnior é filho do cantor e compositor Ataulpho Alves (1909-1969). Amadrinhado artisticamente pela cantora Elizeth Cardoso (1920-1990) ele começou sua carreira em 1963 no Teatro Record em São Paulo e trabalhou com o pai até a morte deste, em 1969. Porém seu sucesso só aconteceu na década de 1970, com o sucesso "Os Meninos da Mangueira" da autoria de Rildo Hora e Sérgio Cabral Pai lançado tanto em compacto quanto no LP "Ataulpho Alves Júnior" (RCA Victor, hoje Sony Music, 1976). No ano seguinte, gravou "Feira Livre", também da dupla Sérgio Cabral Pai e Rildo Hora para a trilha sonora da novela "Dona Xepa" (Rede Globo, 1977). A partir dos anos 1980, Ataulpho Jr. foi sobrevivendo em discos e shows em tributo ao pai.
Eu não cheguei a conhecê-lo pessoalmente, mas ele e a esposa, a Maria Luiza (Malu) foram meus amigos de redes sociais. À noite, quando finalmente consegui acessar à internet, a princípio, eu não acreditei quando eu vi na primeira página de notícias o que aconteceu com Ataulpho Jr. até que fui para o site de buscas para confirmar. À Malu e à família, que Deus lhes dê conforto. Ataulpho Jr, fique com Deus.


Diário de Pernambuco:
http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/viver/2017/10/16/internas_viver,726818/morre-o-sambista-ataulpho-alves-junior-aos-74-anos.shtml

Blog do Mauro Ferreira (G1)
http://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/post/sai-de-cena-athaulfo-alves-junior-o-cantor-dos-meninos-da-mangueira.html

G1
https://g1.globo.com/rio-de-janeiro/musica/noticia/morre-no-rio-cantor-ataulpho-alves-junior.ghtml


Ataulpho Jr. em tribiuto ao pai cantando "Meus Tempos de Criança" em 1976



Ataulpho Jr. cantando "Vida da Minha Vida" (escrita pelo pai, Ataulpho Alves) no programa Sr. Brasil da TV Cultura em 2015



Ataulpho Jr. - "Os Meninos da Mangueira" (de Rildo Hora e Sérgio Cabral Pai) - 1976





quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Matilda (filme de 1996) #DiaDasCrianças


"Matilda" ("Matilda", TriStar Pictures, 1996) é um dos filmes infantis que eu mais amo ver. E um dos clássicos da Sessão da Tarde da TV Globo.
O filme que recentemente virou peça musical, é baseado no livro de 1988 escrito pelo britânico Roald Dahl (1916-1990), o mesmo de "Charlie e a Fábrica de Chocolate" (1964) que inspirou os filmes "Willy Wonka and the Chocolate Factory" (Warner Bros., 1971) e "Charlie and the Chocolate Factory" (Warner Bros., 2005), ambos intituladas no Brasil como "A Fantástica Fábrica de Chocolate". Estrelado por Danny deVito (que também trabalha como diretor e narrador), Rhea Perlman, Pam Ferris (que fez o papel da tia Marge em "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban") e a menina Mara Wilson como protagonista, "Matilda" até hoje encanta gerações.



Matilda Wormwood (Mara Wilson) é uma criança brilhante e fã de literatura com apenas 6 anos. Ela é filha de pais ignorantes, Harry (Danny DeVito), vendedor de carros de péssima qualidade a preços absurdos, e Zinnia (Rhea Perlman), a dona de casa que só vive na mordomia. A garotinha descobre que tem poderes mágicos e faz acontecer uma série de coisas inusitadas em casa, especialmente quando seus pais se irritam com ela e seu irmão (Brian Levinson) a provoca. Os pais e o irmão nunca percebem que Matilda é muito inteligente e está a ponto de ir à escola. Matilda vivia da casa para a livraria e da livraria para a casa, até que Harry vende um de seus carros para Agatha Trunchbull (Pam Ferris), uma diretora linha-dura que controla a escola onde posteriormente Matilda é matriculada pelo pai. Em meio a tanta ditadura de Agatha no colégio, Matilda encontra conforto na amável e dedicada professora Honey (Embeth Davidtz) que tenta ajudá-la o máximo possível.


Leia também no site M de Mulher: Por onde andam os atores de "Matilda"
https://mdemulher.abril.com.br/famosos-e-tv/por-onde-andam-os-atores-de-matilda-o-filme-queridinho-dos-anos-90/

Leia também uma matéria da BBC Brasil muito interessante sobre a atriz Mara Wilson publicada no ano passado,  quando lançou sua autobiografia:
"De estrela mirim a jovem com depressão: atriz conta como sofreu com ditadura da beleza em Hollywood"
http://www.bbc.com/portuguese/geral-37444513?ocid=wsportuguese.ppc.social.facebook.sponsored-post.AEP-Brasil-MenWomen-Matilda.18-34.Ad1.mktg


Trailer 1



Trailer 2

"À Senhora Aparecida" - Padre Zezinho #300Anos



Este ano faz 3 séculos que Nossa Senhora Aparecida foi encontrada pelos pescadores do Rio Paraíba do Sul perto de Guaratinguetá, São Paulo. Em memória disso, foi criado o Ano Mariano, que iniciou-se no dia 12 de outubro de 2016 foi encerrado ontem, 11 de outubro.
Existe uma música do Padre Zezinho que eu só conheci há pouco tempo que se chama "À Senhora Aparecida" gravada originalmente em 1982 para o seu disco "Qualquer Coisa de Novo" (EDP, hoje Paulinas-COMEP, 1982). A música fala desde a aparição da imagem até a inauguração do Santuário.



"À Senhora Aparecida"
escrita e interpretada por Padre Zezinho, scj.
(P) 1982 EPD, Edições Paulinas Discos (hoje Paulinas-COMEP, Comunicação Musical Editora Paulinas)
Venho cantar meu canto, cheio de amor e vida
Venho louvar aquela a quem chamo "Senhora de Aparecida"
Venho louvar Maria, Mãe do Libertador
Venho louvar a Virgem de cor morena, por seu amor
Venho louvar a Virgem de cor morena por seu amor

Quero lembrar os fatos que aconteceram naquele dia
Quando por entre as redes, aquela imagem aparecia
Vendo surgir das águas a tosca imagem de negra cor
Agradeceram todos à Mãe de Cristo por tanto amor

Quero entender o culto que começou desde aquele dia
Muitos não compreendem, dizendo ser uma idolatria
Mas neste simbolismo daquela imagem, de negra cor
Chega-se com Maria ao santuário do Salvador

Torno a lembrar os fatos que agora tocam a tanta gente
Esta senhora humilde, de cor morena, se fez presente
Numa nação, aonde imperava a mancha da escravidão
Nossa Senhora escura nos diz que o Cristo nos quer irmãos

Hoje que eu vejo gente voltar contente de Aparecida
Penso na minha igreja com os pequenos comprometida
Penso nas diferenças que ainda ferem o meu país
Peço que a Mãe do Cristo conduza o povo ao final feliz

Hoje eu me fiz romeiro sem ilusão e sem utopia
Fui visitar a casa que construíram pra Mãe Maria
E, no meu jeito simples de entender esta devoção
Virgem morena eu disse: "Conduz meu povo à libertação"

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Quando digo que eu sou cantora... (parte 2)

Quando eu digo que sou cantora...
(clique na imagem para melhor visualização)


Os 50 anos do filme "Roberto Carlos em Ritmo de Aventura"



Bodas de ouro, meio século. Este ano faz 50 anos que foi gravado o "Roberto Carlos em Ritmo de Aventura" (Produções Cinematográficas RF Farias Ltda., 1967), o primeiro da trilogia de filmes protagonizados por Roberto Carlos no auge do sucesso. Como eu venho dizendo, foi com este filme que me tornei fã do Rei e que eu vi pela Rede CNT na noite do dia 4 de outubro de 1995 (SIM, hoje é 4 de outubro, rs rs!), quando eu tinha 13 aninhos, contrariando o status quo de que adolescente só deveria curtir o que é do seu tempo e só consegui comprar com a mesada o CD relançado da trilha sonora em 1998, aos 16 anos. Ao saber do relançamento dos filmes do Roberto Carlos em DVD em 2001, comprei o aparelhinho só pelos filmes. Loucura, mesmo. 😁


Capa do DVD


"A primeira superprodução estrelada por Roberto Carlos seguiu o mesmo estilo de 'Help!' (United Artists, 1965) grande sucesso dos Beatles. Nele, os truques cinematográficos da época não foram poucos e nem as namoradinhas, que ao todo eram sete. Neste filme de ação, Roberto Carlos entrou mesmo em ritmo de aventura, em que teve que brigar com muita gente_os bandidões"
Livro "Roberto Carlos Por Ele Mesmo", de Lázaro Martins (Martin Claret, 1994)



Sinopse

Roberto Carlos faz um filme, quando se vê perseguido por bandidos internacionais que queriam levá-lo para os Estados Unidos. Os bandidos o seguem em loucas correrias pela cidade, na estrada do Corcovado, em situações de perigo. (Adoro Cinema)
Além de Roberto Carlos, o filme foi estrelado por José Lewgoy (1920-2003) no papel do bandido francês Pierre, Reginaldo Farias, irmão de Roberto Farias, no papel do diretor cinematográfico, e a sumida Rose Passini, que fez a vilã Brigitte.

Sobre o filme



"O filme foi feito em cores em 1967, meia-sete.", disse Roberto Farias, o diretor da trilogia dos filmes do Rei no extra do DVD do primeiro dos três longas, "Roberto Carlos em Ritmo de Aventura", corrigindo o erro dos que confundem o ano de produção, 1967, com a data do lançamento, que foi no começo do ano seguinte, 1968. Na época, Roberto Carlos, o astro do movimento Jovem Guarda, já era o artista mais prestigiado pela juventude e ninguém, nem mesmo o próprio cantor, sabia como seria a reação dos fãs com o filme. Foi pensando nisso que, segundo o diretor, o roteiro, feito por ele e Paulo Mendes Campos (1922-1991) foi elaborado para que não houvesse fatos que desagradassem ou frustrassem o público, ou seja, evitando que o mocinho, no caso o Roberto, amasse alguém, beijasse alguém e fosse sofrido fisicamente, diferentemente do rei do rock americano Elvis Presley (1935-1977) quando este estreou em vários filmes.
"Roberto Carlos em Ritmo de Aventura" foi gravado em São Paulo, Copacabana (Rio de Janeiro) e Nova Iorque (Estados Unidos).
Em tempos em que não existiam os recursos tecnológicos para os efeitos especiais em filmes no Brasil, "Roberto Carlos em Ritmo de Aventura" foi um trabalho perigosamente ousado. O Rei não gostava de ser substituído por dublês, então as cenas mais arriscadas foram feitas por ele mesmo, como correr sobre a muralha do Cristo Redentor onde havia o precipício e passar com o helicóptero no túnel naquela famosa cena do passeio aéreo que mostra o Rio de Janeiro de antigamente ao som de "Namoradinha de Um Amigo Meu" (de Roberto Carlos, 1966) e "Canzone Per Te" (de Sergio Endrigo e Sergio Bardotti, 1967), a canção que Roberto defendeu e venceu no Festival San Remo na Itália em 1968. A Detran do Rio de Janeiro isolou a rua para que realizassem a cena do helicóptero passando pelo túnel que foi gravada duas vezes (clique aqui para ver a cena). As apresentações empolgantes de Roberto Carlos com a sua banda RC-5 diante dos pôsteres das cenas do filme foram gravadas no Teatro Record em São Paulo diante das fãs convidadas para o show. Só para o telespectador se sentir lá. 😍


Roberto Carlos correndo sobre a muralha do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. Qualquer passo errado era um acidente fatal!


Um passeio com o Rei no helicóptero sobre Copacabana, Rio de Janeiro

Passando com helicóptero por baixo do túnel. Por pouco a hélice não encostou na parede.

Roberto Carlos no Cabo Kennedy, nos Estados Unidos, na cena do lançamento do foguete espacial.


O show do "brasa" Roberto Carlos!


Trilha sonora




A trilha sonora de "Roberto Carlos em Ritmo de Aventura" teve o mesmo sucesso que o filme com canções de destaque como "Eu Sou Terrível" (de Roberto Carlos e Erasmo Carlos), a clássica "Como É Grande O Meu Amor Por Você",  "Quando" e "Por Isso Corro Demais", as últimas três escritas por Roberto.
O LP foi lançado em novembro de 1967 e gravado entre 16 e 18 de agosto, com exceção da faixa "Eu Sou Terrível", gravada em outubro, quando finalmente a briga de um ano entre Roberto e Erasmo Carlos, os autores da canção, esfriou. A última faixa, "Só Vou Gostar de Quem Gosta de Mim" (de Rossini Pinto), foi gravada nas sessões do disco do ano anterior e lançada em compacto simples em março de 67.
O disco teve a participação de inúmeros músicos de estúdio, incluindo naipe de metais, quarteto de cordas, flauta, gaita, além da base ter sido feita por alguns membros de Renato e seus Blue Caps e alguns músicos do RC-5 e da banda de Lafayette. O tecladista Lafayette teve contribuição decisiva e brilhante em quase todas as faixas, substituindo eventualmente o órgão hammond por piano e cravo.
O LP foi eleito em uma lista da versão brasileira da revista Rolling Stone como o 24º melhor disco brasileiro de todos os tempos.


Contracapa do LP

"Roberto Carlos em Ritmo de Aventura"
Roberto Carlos
(P) 1967 Discos CBS, Columbia Broadcasting System / Companhia Brasileira de Som (hoje Sony Music Entertainment Brasil)
Ouça o álbum pelo Spotify (para a versão gratuita, recomendado pelo computador ou notebook): https://open.spotify.com/album/3KeKUu9wPs4UblQt710AVl
Ou pelo YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=cyDbJ5o8yLg

1- Eu Sou Terrível
Escrita por Erasmo Carlos e Roberto Carlos

2- Como É Grande O Meu Amor Por Você
Escrita por Roberto Carlos

3- Por Isso Corro Demais
Escrita por Roberto Carlos

4- Você Deixou Alguém A Esperar
Escrita por Edson Ribeiro

5- De Que Vale Tudo Isso
Escrita por Roberto Carlos

6- Folhas De Outuno
Escrita por Francisco Lara  e Jovenil Santos

7- Quando
Escrita por Roberto Carlos

8- É Tempo De Amar
Escrita por José Ari e Pedro Camargo

9- Você Não Serve Pra Mim
Escrita por Renato Barros

10- É Por Isso Que Estou Aqui
Escrita por Roberto Carlos

11- O Sósia
Escrita por Getúlio Côrtes

12- Só Vou Gostar De Quem Gosta De Mim
Escrita por Rossini Pinto


sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Saiu o novo CD do Leo Russo, "Canto do Leo"



Finalmente chegou o tão aguardado CD "Canto do Leo" de Leo Russo. Quem mora no Rio de Janeiro, está nas melhores lojas. Quem é de fora, faça encomendas pelo email : cantodoleo.compreseucd@gmail.com . O álbum  na íntegra estará nas plataformas digitais no 6 de outubro. No vídeo abaixo no qual ele conversa com fãs no Facebook, Leo faz uma pequena amostra do álbum e faz uma discussão bem bacana sobre a preferência entre o disco no formato físico ou formato digital.

Veja também o outro post sobre o álbum "Canto do Leo"
http://jotadejeane.blogspot.com.br/2017/09/no-forno-canto-do-leo-o-novo-cd-do-leo.html

Nasceram! A cantora Karinah deu à luz gêmeos

A cantora Karinah já deu à luz os gêmeos Lilian e Gerd. Em sua conta no Facebook (www.facebook.com/eukarinah), a cantora paranaense radicada em Santa Catarina e esposa do empresário Diether Werninghaus compartilhou sua emoção com os fãs na sua página no Facebook: "Sou mais forte do que eu pensava. Muito mais feliz do que eu jamais sonhei ser! Foram meses no ventre e no coração pelo resto da vida. Bem vindos meus amorinhos Lilian e Gerd".
Felicidades aos pais Karinah e Diether e muita saúde aos bebês!




Durante a gestação, Karinah estava trabalhando em seu terceiro álbum, como mostra a primeira foto acima. Mas enquanto ele não sai, ouça o primeiro álbum da cantora no Spotify, "Você Merece Samba", gravado em 2012:
https://open.spotify.com/album/5ml6iEziNNWt1ogrVm2tEf

Veja mais posts sobre a Karinah clicando aqui:
http://jotadejeane.blogspot.com.br/search/label/Karinah%20%28cantora%20de%20samba%29

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

SETEMBRO AMARELO - Depressão não é frescura, nem "falta de Deus"



"ELES SE EXPUSERAM E QUEM VIU OPINOU

São meus colegas mais novos de sacerdócio (sobre Padre Marcelo Rossi e Padre Fábio de Melo) e fazem um grande bem cada um do seu jeito e com o seu talento.
Recentemente os dois contaram para o público ( são milhões de seguidores) as suas dores de alma.
Creio que acharam honesto expor seu sofrimento porque muita gente sofre semelhantes dores. Portanto foram testemunhos não de glória, mas de sofrimento!
Como sempre, há quem reaja a favor, contra, ou como quem sabe a resposta que nem os doutores em psicologia ou teologia não sabem o suficiente.
Mas como gosto deles, digo que arriscaram. Imagino que sabiam o que faziam. Lido com mídia e comunicação há 45 anos. Dei aulas por 32 anos. E sei que contar suas dores pela TV ou pelas redes, é como deixar examinar o coração e os rins por curiosos que não estudaram medicina.
Imagino que sabiam das consequências. Nossa igreja criou o confessionário e os psicólogos e psiquiatras montam consultórios para que curiosos não opinem sobre as dores da alma .
Mas discordo frontalmente dos que disseram que as dores dos dois jovens sacerdotes foi falta de oração e de fé. Deveriam ler (Rei) Davi, (profeta) Jeremias, (Santa) Tereza de Avila (ou Santa Teresa de Jesus), (São) João da Cruz e de muitos santos que oravam muito e serviram o povo, mas passaram pela noite escura da alma.
O fato de eu não ter passado por esta escuridão não me faz nem mais sábio, nem melhor do que os que sofrem esta angústia !
Oremos por todos nossos amigos que tem dores de alma! Elas existem!"

Pe Zezinho scj, no Facebook
( https://www.facebook.com/padrezezinhoscj/photos/a.265837910231968.1073741829.264280620387697/848506398631780/?type=3&theater )

No post anterior, eu falei sobre o Setembro Amarelo, a campanha de prevenção contra o suicídio (clique aqui). E a raiz do suicídio é a depressão. É com esse texto do Padre Zezinho que começo este post. Aqui o sacerdote não só diz que os jovens padres foram corajosos em confessar publicamente que enfrentam distúrbios emocionais, mas também cita exemplos para negar que depressão é como muitos que nunca passaram por isso dizem impensavelmente ("frescura", "covardia", "falta de Deus", etc.). Contudo, embora ele nunca tenha sofrido esse distúrbio, Padre Zezinho não se envaideceu. Muito pelo contrário: pede aos outros que rezam por aqueles que sofrem.
Depressão é uma doença que acontece com qualquer um, não escolhe credo, espiritualidade ou classe social. Ela é muito mais que uma simples tristeza. "Atinge diversas áreas químicas do cérebro. Os neurotransmissores é uma grande parte atingida daquelas pessoas que desenvolvem essa doença". (site Saúde Mental).
Este mesmo site explica que alguns sintomas que podem ser detectados são ansiedade, angustia, falta de interesse social, desanimo, humor depreciativo, sentimentos de medo e indecisão. A depressão poderá também ter sintomas físicos, como: Dores de barriga, má digestão, azia, flatulência, diarreia, dores de cabeça, e outras dores sem qualquer explicação cientifica.
Para saber mais sobre depressão e como reagir diante de quem tem essa dor, recomendo que visitem os sites a seguir:

SITE M DE MULHER - "Coisas que nunca devemos dizer para uma pessoa com depressão"
Frases como "durma bem e amanhã não terá mais depressão", "foque só na parte feliz da vida" e "tem gente com situação bem pior que você no mundo", mesmo cheias de boas intenções, mais atrapalham do que ajudam. Leia e saiba por quê.

SITE DIÁRIO DE BIOLOGIA -  "Depressão é falta de Deus no coração" - Padre Marcelo Rossi e Padre Fábio de Melo enfrentam quadro agudo de depressão e ansiedade
Como eu disse, depressão não escolhe cara, credo e espiritualidade. "A depressão vem de um problema físico-químico e não da falta de Deus no coração e de orações", diz a matéria.
http://diariodebiologia.com/2017/08/depressao-e-falta-de-deus-no-coracao-padre-marcelo-rossi-e-padre-fabio-de-melo-enfrentam-quadro-agudo-de-depressao-e-ansiedade/

Sites com explicações mais científicas:
Site "MInha Vida" - Depressão: sintomas, tratamentos e causas

Site "Saúde Mental" -  O que é Depressão? Tem Cura? Saiba as causas, sintomas e tratamentos!

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Setembro Amarelo - Mês Internacional de Prevenção ao Suicídio



Já que estamos no mês de setembro, neste post eu vou falar de um assunto que realmente me sensibiliza e muito: o suicídio. Foi pensando neste assunto que criaram o "Setembro Amarelo".
"Setembro Amarelo" é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, com o objetivo de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo e suas formas de prevenção. Ocorre no mês de setembro desde 2015 [devido ao dia mundial de prevenção ao suicídio, 10 de setembro] por meio de identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela e ampla divulgação de informações. (site Setembro Amarelo: http://www.setembroamarelo.org.br/ ). Outro objetivo do Setembro Amarelo é quebrar o tabu e o preconceito que existem envolvendo o suicídio.
No Brasil, a cada 45 minutos, uma pessoa comete o suicídio, ou seja, diariamente são cerca de 32 casos no país. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil ocupa a oitava posição no ranking de países com maior incidência de suicídios, ultrapassando o número de 12 mil casos anuais. 90% desses casos podem ser evitados. São vários os motivos que podem levar alguém ao suicídio, tais como doença mental (ou depressão), abuso de álcool e drogas, bullying, desestrutura familiar, perdas recentes, abusos e maus-tratos, fatores genéticos, cobranças sociais, desemprego, fracasso amoroso, doenças, falência financeira, culpa, remorso, ansiedade, medo, fracasso, humilhação, religião, cultura, ambiente, etc.
Nunca subestime os sintomas de depressão. Se você sofre de depressão, peça ajuda e impeça que ela (depressão) se transforme em tendência suicida. Se você tem alguém mais próximo que sofre de depressão, ajude-o, porém nada de julgamentos ou condenações. Recomendo que leia a reportagem do site "Justificando" do portal Carta Capital (o link está no final deste post)

O quadro a seguir foi exibido através da fanpage humorística Artes Depressão no Facebook que deu trégua nas piadas com pinturas para falar sério (clique na imagem para visualizar melhor) sobre o suicídio. Outra coisa interessante que devemos ler para quebrar o tabu e o preconceito.



Veja também em outras páginas:

SITE JUSTIFICANDO (CARTA CAPITAL) - Tabu, saúde pública e estigma: notas do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio
http://justificando.cartacapital.com.br/2017/09/10/tabu-saude-publica-e-estigmua-notas-do-dia-mundial-de-prevencao-ao-suicidio/

Curta o Setembro Amarelo no Facebook:
https://www.facebook.com/setembroamarelo

Curta o CVV - Cenro de Valorização da Vida no Facebook:
https://www.facebook.com/cvv141/

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Roberto Carlos lançará cinebiografia autorizada


Em dezembro do ano passado, a assessoria do cantor já confirmou que o filme será rodado em breve.

A vida de Roberto Carlos vai virar cinebiografia autorizada. O projeto terá a direção de Bruno Silveira e o roteiro de Nelson Motta (de "Dois Filhos de Francisco", 2005) e Patrícia Andrade. Segundo informações do Lauro Jardim do Jornal O Globo, o filme mostrará o acidente na sua infância que lhe custou uma perna e contará com cenas de sexo. "Ainda segundo a publicação, tudo será mostrado em detalhes, e a partir da perspectiva do próprio Roberto."  (TV Foco)

Veja também:
SITE EGO - Roberto Carlos vai lançar cinebiografia e promete contar tudohttp://ego.globo.com/cinema/noticia/2016/12/roberto-carlos-vai-lancar-cinebiografia-e-promete-contar-tudo.html

REVISTA VEJA - Roberto Carlos vai contar sua história em cinebiografia
http://veja.abril.com.br/entretenimento/roberto-carlos-vai-contar-sua-historia-em-cinebiografia/


Festa de Lançamento do "Clube do Samba" (Fantástico, 1979)

"Meninos da Mangueira" - Ataulpho Jr. e Diogo Nogueira no programa "Samba da Gamboa" na TV Brasil