Portela

Portela
Vamos comemorar que a campeã voltou! Portela!!! #PortelaCampeã
"O que é de verdade ninguém mais hoje liga: isso é coisa da antiga" - Ney Lopes e Wilson Moreira

Olá!!!Seja bem-vindo!!

Elsa (Frozen) ♥

sábado, 26 de dezembro de 2009

Gente, olha o filho do Rildo!


Depois de eu ter visto a Patrícia cantando sozinha, agora é a vez de eu ver o talento do irmão dela. E pela primeira vez!

Misael da Hora (Misael Alexandre Alcântara da Hora, Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 1968), compositor, pianista, arranjador e produtor musical, é filho primogênito do produtor musical e gaitista Rildo Hora. Em 1987, Rildo apresentou o filho, então com 19 anos, ao público em seu LP, "O Tocador de Realejo" (RCA Victor, hoje Sony Music) e, no ano seguinte, acompanhou Martinho da Vila, do qual Rildo era produtor na época. Nesse video abaixo de abril de 2007, Misael aparece tocando piano no Clube do Choro de Brasilia (com Gabriel Improta no violão) com "Assanhado" de Jacob do Bandolim (Jacob Pick Bittencourt, Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 1918 - Rio de Janeiro, 13 de agosto de 1969)

Video:Assanhado - Gabriel Improta e Misael da Hora no Clube do Choro de Brasília




http://www.youtube.com/watch?v=6kzzZhaz8KU

Entrevista com Rita Lee

Muito massa essa entrevista animada com a rainha do Rock brasileiro Rita, ou melhor, Irrita Lee.

Citações (por ordem de aparição):

Mutante (1981)
(Rita Lee/Roberto de Carvalho)

Agora é Moda (1978)
(Rita Lee/Lee Marcucci)

Balada do Louco (versão ao vivo)
(Rita Lee/Arnaldo Baptista)

Lança Perfume (1980)
(Rita Lee/Roberto de Carvalho)

Ovelha Negra (1975)
(Rita Lee)

Baila Comigo (1981)
(Rita Lee)

Mania de Você (1979)
(Rita Lee/Roberto de Carvalho)

Agora é Moda (1978) (reprise)
(Rita Lee/Lee Marcucci)

Alô Alô Marciano
(Rita Lee/Roberto de Carvalho)

Disco Voador (1978)
(Rita Lee/Roberto de Carvalho)


Video:Tobby entrevista Irrita Lee ( http://charges.uol.com.br/ )



http://www.youtube.com/watch?v=J44ceYqjhNs

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Ataulfo Alves (1909-1969)

Foto encontrada na internet


Já que no post anterior falei sobre a Malu Alves, agora vou falar do sogrão dela, Ataulfo Alves de Souza (Miraí, Minas Gerais, 2 de maio de 1909 — Rio de Janeiro, 20 de abril de 1969). Comprei o livro do Sérgio Cabral (o pai) há meses e, devido à minha temporada agitada, só agora que o terminei. Eu jurava que nunca iria encontrá-lo devido à má distribuição de livros de biografias de famosos consagrados em cidades pequenas, como Itajaí e Balneário Camboriú, mas, quando fui procurar (e, que novidade, não achei!) o livro da Maysa de Lira Neto, eu achei o livro sobre Ataulfo Alves por acidente, era o único que tinha numa livraria de Balneário Camboriú, cidade vizinha de Itajaí (ui, que sorte!). Pra não deixar o centenário do compositor mineiro em branco, Sérgio Cabral, o pai do atual governador do Rio, "mergulha em seus arquivos, escavuca a memória, faz pesquisas minuciosas _ e nos devolve, envolta em papel celofane, a belíssima e elegante figura de um dos mestres do nosso samba" (Trecho do depoimento de Hermínio Bello de Carvalho contido na biografia)

Um dos poucos arquivos do compositor Ataulfo Alves em movimento (lá trás, com sanfona, o Caçulinha).Em 1967, cantando"Pois É"




Video:http://www.youtube.com/watch?v=LAOFlACg8Vk


Cena do Filme "Meus Amores no Rio" (participação especial de Ataulfo Alves e Suas Pastoras)(1959)



http://www.youtube.com/watch?v=Ap38zyKd9Mo



De Pai Pra Filho

Foto :Letras. Terra


Quase uma década depois do falecimento de Ataulfo Alves, quem estava nas paradas de sucesso era o filho, Ataulfo Jr (Ataulpho Alves de Souza Júnior, Rio de Janeiro, 5 de agosto de 1943), marido da minha amiga Malu. Em 1975, lançou o compacto simples com o sucesso "Meninos da Mangueira", da autoria de ninguém menos que... Rildo Hora e Sérgio Cabral!

Os Meninos da Mangueira
(Rildo Hora e Sérgio Cabral)
Intérprete:Ataulfo Alves Jr.


Um menino da Mangueira
Recebeu pelo Natal
Um pandeiro e uma cuíca
Que lhe deu papai noel
Um mulato sarará
Primo-irmão de Dona Zica

E o menino da Mangueira
Foi correndo organizar
Uma linda bateria
Carnaval já vem chegando
E tem gente batucando
São meninos da Mangueira

Carlos Cachaça, o menestrel
Mestre Cartola, o bacharel
Seu Delegado, um dançarino
Faz coisas que aprendeu com Marcelino

E a Velha Guarda se une
Aos meninos lá na passarela
Abram alas que vem ela
A Mangueira toda bela (2 x)

Um menino da Mangueira
Recebeu pelo Natal
Um pandeiro e uma cuíca
Que lhe deu papai noel
Um mulato Sarará
Primo-irmão de Dona Zica

E o menino da Mangueira
Foi correndo organizar
Uma linda bateria
Carnaval já vem chegando
E tem gente batucando
São meninos da Mangueira

O padeirinho, cadê Xangô
O Preto Rico chama o Sinhô
E Dona Neuma, maravilhosa
É a primeira mulher
Da Verde-Rosa

E onde é que se junta
O passado o futuro e o presente
Onde o samba é permanente
Na Mangueira minha gente (4 x)

(P) 1975 RCA Victor, Radio Corporation of America (hoje Sony Music Entertainment - Brasil)



http://www.youtube.com/watch?v=0ypx7SlM_0I

Uma Carta Para Uma Amiga

(poesia dedicada a Malu Alves, do Rio de Janeiro, escrita em setembro)

PARECE AEROPORTO ONDE ESPERO
PRA IR A UM DESTINO DESEJADO
POIS ESPERO ANSIOSA SENTADA
NUM HALL MOVIMENTADO
PESSOAS AO MEU REDOR
COM SUAS CAIXAS EMBALADAS
POR UMA CAMPAINHA
TAMBÉM ESPERAM SEREM CHAMADAS
EU, COM UM ENVELOPE NA MÃO
QUE PARECE QUE UM PASSAPORTE DENTRO HÁ
E UMA CAMPAINHA ME CHAMA
PARECE QUE EU MESMA VOU EMBARCAR
NA VERDADE, EU NÃO, SÓ O ENVELOPÉ
DENTRO DO ENVELOPE, HÁ UMA CARTA
A CAMPAINHA INDICA
A SENHA DA CHAMADA
O HALL DE ESPERA ONDE ESTOU
QUASE O DIA INTEIRO
NA VERDADE É O DA ESPERA
DE UMA AGÊNCIA DE CORREIOS
GOSTARIA DE IR JUNTO COM A CARTA,
MAS SÓ PODEM IR AS MINHAS PALAVRAS
QUE ELAS PASSEIAM FELIZES ATÉ CHEGAR
AS MÃOS ONDE DEVEM ESTAR
E QUE ELAS FIQUEM BEM GUARDADAS
DENTRO DO ARMÁRIO DA SALA
PELO MENOS SÃO MAIS EDUCADAS
QUE ESSA REMETENTE QUE VOS FALA
[:D] [:D] [:D]

Jeane Martins
Publicado no Recanto das Letras em 15/12/2009
Código do texto: T1979087

http://recantodasletras.uol.com.br/poesiasdedicatorias/1979087


Tocando Raul ! - Parte II

Assim que tive várias percepções sobre as músicas do Raul Seixas, resolvi fazer vários episodios nesse meu blog de "Tocando Raul". Como dizia o cantor Zeca Baleiro em sua música "Toca Raul":""Aí eu paro penso e reflito / como é poderoso esse Raulzito /puxa vida esse cara é mesmo um mito". E aqui eu vou falar de dois clássicos:"Gita"(de Raul Seixas e Paulo Coelho) e "Ouro de Tolo " (de Raul Seixas)


Gita (Lê-se guitá)

Adoro muito a brincadeira polifônica da orquestra de cordas nessa música.

"Feita em dez minutos, Gita foi um dos maiores sucessos de 1974, gravado por Raul e depois por uma poderosa Maria Bethania (...) Assim, os brasileiros conheceram uma versão tropicalizada das milhares de páginas em sanscrito do Bhagavad Gîtâ, condensadas por Paulo Coelho e Raul Seixas num sucesso popular. Parecia mágica"(Trecho do livro "Noites Tropicais", de Nelson Motta, Editora Objetiva, 2000)

Gita
(Raul Seixas / Paulo Coelho)
Intérprete:Raul Seixas

"Eu que já andei
Pelos quatro cantos do mundo
Procurando
Foi justamente num sonho
Que Ele me falou"

Às vezes você me pergunta
Por que é que eu sou tão calado
Não falo de amor quase nada
Nem fico sorrindo ao teu lado...

Você pensa em mim toda hora
Me come, me cospe, me deixa
Talvez você não entenda
Mas hoje eu vou lhe mostrar...

Eu sou a luz das estrelas
Eu sou a cor do luar
Eu sou as coisas da vida
Eu sou o mêdo de amar...

Eu sou o medo do fraco
A força da imaginação
O blefe do jogador
Eu sou, eu fui, eu vou..

(Gîtâ! Gîtâ! Gîtâ!
Gîtâ! Gîtâ!)

Eu sou o seu sacrifício
A placa de contra-mão
O sangue no olhar do vampiro
E as juras de maldição...

Eu sou a vela que acende
Eu sou a luz que se apaga
Eu sou a beira do abismo
Eu sou o tudo e o nada...

Por que você me pergunta?
Perguntas não vão lhe mostrar
Que eu sou feito da terra
Do fogo, da água e do ar...

Você me tem todo dia
Mas não sabe se é bom ou ruim
Mas saiba que eu estou em você
Mas você não está em mim...

Das telhas eu sou o telhado
A pesca do pescador
A letra "A" tem meu nome
Dos sonhos eu sou o amor...

Eu sou a dona de casa
Nos pegue pagues do mundo
Eu sou a mão do carrasco
Sou raso, largo, profundo...

(Gîtâ! Gîtâ! Gîtâ!
Gîtâ! Gîtâ!)

Eu sou a mosca da sopa
E o dente do tubarão
Eu sou os olhos do cego
E a cegueira da visão...

Eu!
Mas eu sou o amargo da língua
A mãe, o pai e o avô
O filho que ainda não veio
O início, o fim e o meio
O início, o fim e o meio
Eu sou o início
O fim e o meio
Eu sou o início
O fim e o meio...

(P) 1974 Discos Philips / Phonogram (hoje Universal Music)


No video clipe exibido pelo Fantástico, a interpretação visceral de Raul Seixas foi inspirado no texto sagrado "Bhagavad Gita", que é um texto religioso hindu com mais de 6.000 anos( Wikipedia).


Video Clipe "Gita" (Fantástico, Rede Globo, 1974)



http://www.youtube.com/watch?v=VUs-Dh3nBP4

Raul Seixas Explica "Gita"



http://www.youtube.com/watch?v=PILsE-6eSHk

"Gita" (Ao Vivo no programa "Globo de Ouro", Rede Globo, 1975)



http://www.youtube.com/watch?v=4kTe6zd7tZ0


Ouro de Tolo

"Com ironia debochada e grande sentido crítico, num canto quase falado, à maneira de Bob Dylan, ele [Raul] transformou Ouro de Tolo num dos maiores sucessos do ano [de 1973], fustigando os sonhos da classe média e o milagre brasileiro :

'Eu é que não me sento
No trono de um apartamento
Com a boca escancarada cheia de dentes
Esperando a morte chegar
Porque longe das cercas embandeiradas que separam quintais
No cume calmo de meu olho que vê
Assenta a sombra sonora de um disco voador.'

Lançada em compacto, a música não aconteceu no Rio, mas foi muito bem recebida em São Paulo. (...) A música era irresistível: estourou no país inteiro"(Trecho do livro "Noites Tropicais", de Nelson Motta, Editora Objetiva, 2000)

"Ouro de Tolo" fazia parte do seu primeiro LP, "Krig-Ha, Bandolo!" .O título faz referência a um grito de guerra de Tarzan que significa "Cuidado, aí vem o inimigo", conhecido à época nas revistas em quadrinhos da EBAL. (Wikipédia). A introdução do LP era a gravação caseira do menino Raul, aos 9 anos de idade, cantando "Good Rockin' Tonight".O disco era um álbum repleto de grandes sucessos como Mosca Na Sopa, Metamorfose Ambulante, Al Capone, Dentadura Postiça e, é claro, Ouro De Tolo (a última do lado B). O primeiro álbum de Raul em parceria com Paulo Coelho.

Ouro de Tolo
Escrito e interpretado por Raul Seixas

Eu devia estar contente
Porque eu tenho um emprego
Sou um dito cidadão respeitável
E ganho quatro mil cruzeiros Por mês
Eu devia agradecer ao Senhor
Por ter tido sucesso na vida como artista
Eu devia estar feliz
Porque consegui comprar um Corcel* 73
Eu devia estar alegre e satisfeito
Por morar em Ipanema
Depois de ter passado fome por dois anos
Aqui na Cidade Maravilhosa
Ah! Eu devia estar sorrindo e orgulhoso
Por ter finalmente vencido na vida
Mas eu acho isso uma grande piada
E um tanto quanto perigosa

Eu devia estar contente
Por ter conseguido tudo o que eu quis
Mas confesso abestalhado
Que eu estou decepcionado
Porque foi tão fácil conseguir
E agora eu me pergunto: "E daí?"
Eu tenho uma porção de coisas grandes
Pra conquistar, e eu não posso ficar aí parado

Eu devia estar feliz pelo Senhor
Ter me concedido o domingo
Pra ir com a família ao Jardim Zoológico
Dar pipoca aos macacos
Ah! Mas que sujeito chato sou eu
Que não acha nada engraçado
Macaco praia, carro, jornal, tobogã
Eu acho tudo isso um saco!
É você olhar no espelho
Se sentir um grandessíssimo idiota
Saber que é humano, ridículo, limitado
Que só usa dez por cento de sua cabeça animal
E você ainda acredita que é um doutor, padre ou policial
Que está constribuindo com sua parte
Para o nosso belo quadro social

Eu é que não me sento
No trono de um apartamento
Com a boca escancarda cheia de dentes
Esperando a morte chegar
Porque longe das cercas embandeiradas que separam quintais
No cume calmo do meu olho que vê
Assenta a sombra sonora de um disco voador
Ah! Eu é que não me sento
No trono de um apartamento
Com a boca escancarda cheia de dentes
Esperando a morte chegar
Porque longe das cercas embandeiradas que separam quintais
No cume calmo do meu olho que vê
Assenta a sombra sonora de um disco voador

(P) 1973 Discos Philips / Phonogram (hoje Universal Music)

[*Corcel: carro da marca Ford que era um dos sonhos de consumo dos brasileiros na época]



http://www.youtube.com/watch?v=cn0S56WPkjQ

domingo, 13 de dezembro de 2009

Tocando Raul!

Foto encontrada em um site

É claro que eu, como todo brasileiro, já conhece a música "Eu Nasci há dez anos atrás" do Raul Seixas, mas não imaginava que a música seria tão criativa graças às rimas perfeitas e à letra à Forrest Gump. Música do seu 4º LP "Há 10 Mil Ano Atras" (Philips / Phonogram [hoje Universal Music], 1976), que, infelizmente, para Raul, marcou duas despedidas:a da gravadora Phonogram (futura Universal Music), onde esteve desde 1973, e da sua parceria com Paulo Coelho. Na capa, Raul aparece fantasiado de Matusalem [foto acima].Recentemente, a música foi regravada por Nando Reis (José Fernando Gomes dos Reis, São Paulo, 12 de janeiro de 1963) e que fez parte da trilha sonora da novela "Caminho das Índias" (Rede Globo, 19 de janeiro a 11 de setembro de 2009 ).

Video : Clipe da música (saindo do forno) "Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás" do Fantástico (Rede Globo) em 1976.






http://www.youtube.com/watch?v=3j2x29Lymtc


Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás
(Raul Seixas e Paulo Coelho)

[declamado]"Um dia, numa rua da cidade, eu vi um velhinho sentado na calçada
Com uma cuia de esmola e uma viola na mão
O povo parou pra ouvir, ele agradeceu as moedas
E cantou essa música, que contava uma história
Que era mais ou menos assim:"

Eu nasci
Há dez mil anos atrás
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais
É, eu nasci
Há dez mil anos atrás
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais

Eu vi Cristo ser crucificado
O amor nascer e ser assassinado
Eu vi as bruxas pegando fogo
Pra pagarem seus pecados
Eu vi
Eu vi Moisés cruzar o Mar Vermelho
Vi Maomé cair na terra de joelhos
Eu vi Pedro negar Cristo por três vezes
Diante do espelho
Eu vi

Eu nasci (eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos)
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais
É, eu nasci (eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos)
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais

Eu vi as velas se acenderem para o Papa
Vi Babilônia ser riscada no mapa
Vi Conde Drácula sugando sangue novo
E se escondendo atrás da capa
Eu vi
Eu vi a Arca de Noé cruzar os mares
Vi Salomão cantar seus Salmos pelos ares
Eu Vi Zumbi fugir com os negros pra floresta
Pro Quilombo dos Palmares
Eu vi

Eu nasci (eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos)
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais
Eu nasci (eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos)
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais


Eu vi o sangue que corria da montanha
Quando Hitler chamou toda Alemanha
Vi o soldado que sonhava com a amada
Numa cama de campanha
Eu li
Eu li os símbolos sagrados de umbanda
Eu fui criança pra poder dançar ciranda
E quando todos praguejavam contra o frio
Eu fiz a cama na varanda

Eu nasci (eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos atrás)
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais
Eu nasci (eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos atrás)
E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais


Eu tava junto com os macacos na caverna
Eu bebi vinho com as mulheres na taberna
E quando a pedra despencou da ribanceira
Eu também quebrei a perna
Eu também
Eu fui testemunha do amor de Rapunzel
Eu vi a Estrela de Davi brilhar no céu
E pr'aquele que provar que eu tô mentindo
Eu tiro o meu chapéu

(Eu nasci)
Eu nasci
(há dez mil anos atrás)
Eu nasci há dez mil anos atrás
(E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais)
Eu nasci há dez mil anos atrás...
(Eu nasci)
( há dez mil anos atrás)
(E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais)



(P) 1976 Discos Philips / Phonogram (hoje Universal Music)

Amy Winehouse antes das drogas - Parte 3


Amy Winehouse (Amy Jade Winehouse, Londres, Inglaterra, 14 de setembro de 1983) em novembro de 2003 cantando "Stronger Than Me" que faz parte do seu primeiro CD, "Frank".Um soul music com letra bem escrachada.
O seu álbum de estréia, "Frank", lançado em outubro de 2003, foi produzido por Salaam Remi. O nome do CD é uma referência a uma de suas influências, o cantor Frank Sinatra (Francis Albert Sinatra, Hoboken, 12 de dezembro de 1915 — Los Angeles, 14 de maio de 1998) . Diversas canções do álbum possuem influências do jazz e, exceto por duas, todas as canções foram co-escritas por Winehouse. O álbum foi bem recebido pela crítica e sua voz foi comparada à das
grandes divas da música negra americana, entre elas, Sarah Vaughan e Macy Gray.
Frank foi indicado para o Mercury Music Prize 2004.



http://www.youtube.com/watch?v=yu1dP70ZvFc



Clipe original: Clique aqui

Stronger Than Me

(Amy Winehouse / Salaam Remi)
Intérprete:Amy Winehouse


You should be stronger than me
Você deveria ser mais forte que eu
You've been here seven years longer than me

Afinal você está aqui sete anos a mais que eu
Don't you know you supposed to be the man?
Não sabe que é você quem deveria ser o homem?
Not pale in comparison to who you think I am

Nem se compara com o que você acha que eu sou
You always wanna talk it through, I don't care

Você sempre quer conversar sobre isso, não me importo
I always have to comfort you when I'm there

Sempre tenho que te confortar quando estou ao seu lado
But that's what I need you to do
Mas é isso que eu preciso que você faça
Stroke my hair
Me faça um cafuné

Cause I've forgotten all of young love's joy

Porque já me esqueci das alegrias do amor juvenil
Feel like a lady, and you my lady boy

Pareço uma senhora e você minha mariquinha

You should be stronger than me
Você deveria ser mais forte que eu
But instead you're longer than frozen turkey

Mas ao invés disto, você dura mais que um peru congelado
Why'd you always put me in control?

Porque você tem sempre que me colocar no controle?
All I need is for my man to live up to his role

Tudo que preciso é que meu homem cumpra seu papel
You always wanna talk it through, I'm okay

Você sempre querendo conversar sobre isso, eu estou bem
I always have to comfort you every day

Eu sempre tenho que te confortar todo dia
But that's what I need you to do ?
Mas é isso que preciso que você faça?
Are you gay?
Você é gay?

Cause I've forgotten all of young love's joy
Porque já me esqueci das alegrias do amor juvenil
Feel like a lady, and you my lady boy

Pareço uma senhora e você minha mariquinha

He said the respect I made you earn

Ele disse o respeito que eu fiz você ganhar,
Thought you had so many lessons to learn

Pensei que você tinha muitas lições pra aprender
I said you don't know what love is; get a grip!
Eu disse você não sabe que é o amor; assuma o controle!
Sounds as if you're reading from some other tired script

É como se você estivesse lendo isso em algum roteiro chato
I'm not gonna meet your mother anytime

Eu não vou conhecer sua mãe em hora nenhuma
I just wanna grip your body over mine

Eu só quero ter seu corpo sobre o meu
Please tell me why you think that's a crime

Por favor me fala porque você acha disso um crime

I've forgotten all of young love's joy
Porque já me esqueci das alegrias do amor juvenil
Feel like a lady, and you my lady boy

Pareço uma senhora e você minha mariquinha

You should be stronger than me
Você deveria ser mais forte que eu
You should be stronger than me

Você deveria ser mais forte que eu
You should be stronger than me

Você deveria ser mais forte que eu
You should be stronger than me
Você deveria ser mais forte que eu
You should be stronger than me
Você deveria ser mais forte que eu

(P) 2003 Island Records (U.K.)
(P) 2008 Universal Music (Brasil)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Amy Winehouse antes das drogas - Parte 2

Amy cantando lindamente e ao vivo em Glastonbury um dos clássicos dos Beatles:"All My Loving" que, no Brasil, na mesma época,virou "Feche os Olhos", de Renato e seus Blue Caps.






http://www.youtube.com/watch?v=lO6qi_HPzfs


All My Loving
(John Lennon/Paul McCartney)
Intérprete: Amy Winehouse

Close your eyes and I'll kiss you
Feche os olhos e eu beijarei você
Tomorrow I'll miss you
Amanhã sentirei sua falta
Remember I'll always be true
Lembre-se que sempre serei verdadeiro
And then while I'm away
E quando eu estiver longe
I'll write home everyday
Escreverei para casa todos os dias
And I'll send all my loving to you
E enviarei todo meu amor para você

I'll pretend that I'm kissing
Eu fingirei que estou beijando
The lips I am missing
Os lábios que sinto falta
And hope that my dreams will come true
E espero que meus sonhos se realizem
And then while I'm away
E quando eu estiver longe
I'll write home everyday
Escreverei para casa todos os dias
And I'll send all my loving to you
E enviarei todo meu amor para você

All my loving I will send to you
Todo o meu amor eu mandarei a você
All my loving, darling, I'll be true
Todo meu amor, querido, serei verdadeiro

Close your eyes and I'll kiss you
Feche os olhos e eu beijarei você
Tomorrow I'll miss you
Amanhã sentirei sua falta
Remember I'll always be true
Lembre-se que sempre serei verdadeiro
And then while I'm away
E quando eu estiver longe
I'll write home everyday
Escreverei para casa todos os dias
And I'll send all my loving to you
E enviarei todo meu amor para você

All my loving I will send to you
Todo o meu amor eu mandarei a você
All my loving, darling, I'll be true
Todo meu amor, querido, serei verdadeiro
All my loving, All my loving
Todo o meu amor, todo o meu amor
All my loving I will send to you
Todo o meu amor eu mandarei a você


(C) 1963 Parlophone Records / EMI Music, Electical and Musical Industries Ltd.
(P) 2004 Island Records (UK)
(P) 2008 Universal Music (Brasil)

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Amy Winehouse antes das drogas - Parte 1


Enquanto a diva inglesa está em ostracismo devido ao seu problema com drogas e com álcool, vamos curtir a interpretação inédita (e bela) de Amy Winehouse, neste video de 2004, da música "Take The Box", faixa do CD "Frank" (Island Records [Inglaterra], 2003 / Universal Music [Brasil], 2008)



http://www.youtube.com/watch?v=97o9Cr8u2PA

Clipe Original: a A incorporação foi desativada mediante solicitação da Universal Music. Clique aqui para vê-lo no YouTUbe

Take The Box
Amy Winehouse/Luke Smith
Intérprete: Amy Winehouse

Your neighbours were screaming
Seus vizinhos estão gritando
I don't have a key for downstairs,
Eu não tenho as chaves de lá de baixo
so I punched all the buzzers
Então saí apertando todas as campainhas
hoping he would be there
Esperando que estivesse em algum lugar
And now my head's hurting
Agora minha cabeça está doendo
You say I always get my own way
Você diz que sempre faço as coisas do meu jeito
But you were in the shower when I got there,
Mas você estava no chuveiro quando cheguei lá
and I don't wanted to stay, but I got nothing to say
E eu não quis ficar, mas não tinha nada pra falar

You were so beautiful before today
Você estava tão lindo anteontem
And then I heard what you say man that was ugly!
E então eu ouvi o que você disse, cara, aquilo foi feio!

The Moschino bra you bought me last Christmas
O sutiã [da marca italiana] Moschino que você me deu no Natal passado
Put it in the box, put it in the box
Ponha-o na caixa, ponha-o na caixa
Frank's in there and I don't care
Frank está lá dentro e eu não me importo
Put it in the box, put it in the box
Ponha-o na caixa, ponha-o na caixa
Just take it
Apenas leve
Take the box
Leve a caixa

Take the box
Leve a caixa

I came home this evening and nothing felt like how it should be
Cheguei em casa essa tarde e parecia que nada estava do mesmo jeito
I feel like writing you a letter but that is not me
Pensei em escrever uma carta mas eu não sou assim
You Know me
Você me conhece
Feel so fucking angry
Estou com uma puta raiva
don't wanna be reminded of you

não quero que nada me lembre você
But when I left my shit in your kitchen,
Mas quando eu deixei aquela merda na cozinha
I said goodbye to your bedroom and it smelled like you
Eu disse adeus pro seu quarto, senti o seu cheiro nele

Mr False Pretense, you don't make sense
Seu grande mentiroso, você não faz sentido
I just don't know you
Eu não te reconheço
But you make me cry, where's my kiss goodbye?
Mas você me faz chorar , cadê meu beijo de despedida?
I think I love you
Acho que eu te amo

The Moschino bra you bought me last Christmas
O sutiã [da marca italiana] Moschino que você me deu no Natal passado
Put it in the box, put it in the box
Ponha-o na caixa, ponha-o na caixa
Frank's in there and I don't care
Frank está lá dentro e eu não me importo
Put it in the box, put it in the box
Ponha-o na caixa, ponha-o na caixa
Now take it
Agora leve
Take the box
Leve a caixa
Just take it, take it
Apenas leve-a, leve-a
Take the box
Leve a caixa
And now just take...
E agora apenas leve...
(Take the box)
(Leve a caixa)

Take the box
Leve a caixa

(P) 2003 Island Records (UK)
(P) 2008 Universal Music (Brasil)

"Dueto de Gatos", de Gioacchino Rossini

Peça humorística do compositor italiano Gioachinno Rossini (Gioachino Antonio Rossini, Pésaro, Itália, 29 de fevereiro de 1792 — Passy, Paris, 13 de novembro de 1868) adaptada para a voz dos meninos: "Dueto de Gatos" ("Duetto Buffo di Due Gatti"). Repare que o moreninho solista tenta conter o riso, enquanto o loirinho permanece intacto!
O concerto foi realizado em Seul ,Coréia do Sul, em 30 de novembro de 1996 pelo Coro dos
"Petits chanteurs à la Croix de Bois"


Duetto buffo di due gatti (G. Rossini)
Video: http://www.youtube.com/watch?v=jFfdeScp6sg

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Diogo Nogueira - "Tô Fazendo a Minha Parte"




Capa do CD "Tô Fazendo a Minha Parte", Diogo Nogueira (EMi Music, Electrical and Musical Industries [Brasil], 2009)


Vídeo Clipe da música "TÔ FAZENDO A MINHA PARTE" com Diogo Nogueira e
convidados, como Luiz Melodia, Nelson Sargento, Alcione, Monarco, Tia Surica, a atriz Juliana Alves, o ator Serjão Loroza...Repare que o clipe termina com a música "Sou Eu",música inédita de Chico Buarque e Ival Lins cantada pelo próprio Diogo e que também está incluído no CD "Tô Fazendo a Minha Parte".










http://www.youtube.com/watch?v=jxh3FxJgIWc


Tô Fazendo A Minha Parte
(Flavinho Silva e Gilson Bernini)
Intérprete: Diogo Nogueira

Tô saindo pra batalha
Pelo pão de cada dia
A fé que trago no peito
É a minha garantia
Deus me livre das maldades
Me guarde onde quer que eu vá
Tô fazendo a minha parte
Um dia eu chego lá

Todo mês eu recebo um salário covarde
No desconto vai quase a metade
E o que sobra mal dá pra comer
Sou pobre criado em comunidade
Lutando com dignidade, tentando sobreviver

Quem sabe o que quer nunca perde a esperança, não
Por mais que a bonança demore a chegar
A dificuldade também nos ensina a dar a volta por cima
E jamais deixar de sonhar

(P) 2009 EMi Music, Electrical and Musical Industries (Brasil) / Fonográfica, Industrial e Eletrônica S.A.

O Super Sincero

Veja como o Salgado Franco, personagem de Luiz Fernando Guimarães, era quando era pequeno.



http://www.youtube.com/watch?v=PDNtdFKvW-w

domingo, 6 de dezembro de 2009

MÚSICAS QUE FALAM POR MIM - Parte 9

Essa vai para um certo alguém que acha que sou uma flor pra ele (não exatamente de flor que ele me chama, né?).E eu adoraria (e muito) cantar, ou melhor, dizer isso a ele, pois "o sol não pode viver perto da lua".




A FLOR E O ESPINHO

(Nelson Cavaquinho, Guilherme de Brito e Alcides Caminha)
Intérprete [video] :Nelson Cavaquinho

Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu só errei quando juntei minh'alma à sua
O sol não pode viver perto da lua

É no espelho que eu vejo a minha mágoa
É minha dor e os meus olhos rasos d'água
Eu na sua vida já fui uma flor
Hoje sou espinho em seu amor

Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu só errei quando juntei minh'alma à sua
O sol não pode viver perto da lua

(P) 1957 Todamerica
(P) 1972 [video] RCA Victor, Radio Corporation of America (hoje Sony Music)



http://www.youtube.com/watch?v=f-LtVazrOpM

Festa de Lançamento do "Clube do Samba" (Fantástico, 1979)

"Meninos da Mangueira" - Ataulpho Jr. e Diogo Nogueira no programa "Samba da Gamboa" na TV Brasil