Portela

Portela
Vamos comemorar que a campeã voltou! Portela!!! #PortelaCampeã
"O que é de verdade ninguém mais hoje liga: isso é coisa da antiga" - Ney Lopes e Wilson Moreira

Olá!!!Seja bem-vindo!!

Elsa (Frozen) ♥

sábado, 27 de setembro de 2014

No Norte de SC com Karina






A cantora Karina passeou pelo Norte de Santa Catarina no quadro "Na Estrada" do programa Estúdio SC exibido no dia 24 de agosto na RBS TV (afiliada da Rede Globo em Santa Catarina). Acompanhada pelos apresentadores Camille Reis e Pedro Paulo, a sambista visitou Pirabeiraba, que é o distrito do município de Joinville, e São Francisco do Sul, a terceira cidade mais antiga do Brasil. Para assistir ao passeio na íntegra, acesse o link seguinte: 


http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/estudio-sc/videos/t/edicoes/v/estudio-na-estrada-vai-ao-norte-de-sc-acompanhado-da-cantora-karina/3584974/


E quanto ao "Nunca É Tarde"...

A cantora aproveitou o programa para fazer uma breve divulgação da música "Nunca É Tarde", mais uma aposta de trabalho que integra da trilha sonora da novela "Império". O video foi gravado na cidade de Conservatória, em Valença, Rio de Janeiro, a famosa cidade os seresteiros. Ela faz parte do seu segundo CD, "Cheguei Pra Ficar".



Bloco Mulheres de Zeca





Na foto: Janaína Moreno, Dayse do Banjo, Zeca Pagodinho, Dorina, Nilze Carvalho e Renata Jambeiro.

Em janeiro de 2013, a cantora Dorina idealizou um bloco carnavalesco chamado "Mulheres de Zeca" para reunir os fãs de Zeca Pagodinho, amigo da sambista, e fazer reeleituras de sucessos compostos por ele e seus parceiros. Curiosamente, o "Mulheres de Zeca" nasceu de um bate-papo com as integrantes do "Mulheres de Chico", que é só amor por Chico Buarque.
"Elas me contaram que começaram indo pra frente da casa do Chico, e ficaram gritando o nome dele. Aí, pensei: por que não fazemos algo assim pelo Zeca também? Mas só que é mais para a mulherada de bar, de samba, de pé no chão, de rebolar... ", esclarece Dorina. O bloco teve a sua primeira apresentação no dia 4 de fevereiro, aniversário do Zeca, que, na época, caiu justamente na segunda-feira de carnaval. (fonte: Jornal Extra)
E agora, no penúltimo sábado de setembro (20/09/2014), foi publicado no YouTube o videoclipe do tema de "Mulheres de Zeca" que é uma paródia bem humorada de "Cantoras do Rádio" de Alberto Ribeiro, João De Barro e Lamartine Babo. Além da Dorina, Dayse do Banjo, Nilze Carvalho, Janaína Moreno, Renata Jambeiro e Bia Aparecida, filha da Dorina, formam o bloco.

Video: "Mulheres de Zeca"
paródia de "Cantoras do Rádio" de Alberto Ribeiro, João De Barro e Lamartine Babo
adaptação de Mu Chebabi e Dorina

"Nós somos as mulheres de Zeca
Levamos a vida a cantar
De noite bebemos cerveja
De manhã tentamos acordar (pra trabalhar!)
Nós somos as mulheres de Zeca
A gente quer ser feliz
Com nossos filhos, com charme e graça
Animar este país

Nós não damos dura em marido
Porque chegamos mais tarde e eles já estão dormindo
(tum tum tum tum tum)
Canto, trabalho é diversão,
cantamos sambas do Zeca
Não tem contra-indicação"



Feliz aniversário, Irmã Custódia!



Hoje é o Aniversário da maestrina irmã Custódia Maria Cardoso, catarinense de Biguaçu e residente em Apucarana, no Paraná. Há 5 anos eu sempre ouço os CD's do coro do qual ela é regente, o Coral Palestrina de Apucarana, para ensaiar com um grupo de canto as músicas para missa.
Irmã Custódia junto de Dom Romeu Alberti, monsenhor Arnaldo Beltrami e monsenhor Roberto Carrara iniciaram em 1971 a missa transmitida pela TV Tibagi com a participação dos corais de Apucarana e de toda a região, através do programa “O Onze Vai À Missa” (onze refere-se à frequência da emissora local que hoje é afiliada do SBT). No memso ano fundou o Coral Pequenos Cantores de Apucarana e, no ano seguinte, o Coral Palestrina de Apucarana. Em 1973, como professora de Música do Colégio Estadual Nilo Cairo, Custódia criou na instituição a Semana do Folclore pela TV Tibagi. No mesmo ano, a pedido dos Bispos do Estado do Paraná - CNBB Regional Sul II, tornou-se assessora de Música Sacra e Litúrgica do Paraná, ficando assim ligada e CNBB Nacional.
Hoje ela atua no setor de Música, Comunicação e Liturgia, no Santuário Santa Paulina, de Nova Trento, em Santa Catarina, mas continua a assessorar algumas dioceses do Paraná.
Com o Coral Palestrina, Irmã Custódia gravou mais de 40 CD's litúrgicos pela Editora Paulus.

Que Deus abençoe sua vida e sua carreira e que continue nos emocionando sempre! Feliz aniversário, Irmã Custódia

fonte: Tribuna do Norte
http://tnonline.com.br/noticias/entretenimento/13,186522,07,05,irma-custodia-finaliza-cd-em-apucarana.shtml

A formação recente do Coral Palestrina de Apucarana


Video: Irmã Custódia no programa "Vozes da Igreja" na TV Aparecida (Sky canal 178)




Salmo 44 - Cheia de graça a Rainha está... - Coral Palestrina de Apucarana (regência de Irmã Custódia)

Adoro a voz da solista Roselene Gonçalves da Silva. Lembra a Sandy.




Irmã Custódia - "Por Uma Grande Misão"

Irmã Custódia Cardoso (CIIC) soltando a voz no curso de Canto Litúrgico e Pastoral na cidade de Barra de São Francisco - ES, no dia 27/07/2014.




terça-feira, 23 de setembro de 2014

Selena - O Mito



Selena, a rainha da tex-mex que teve sua carreira e vida breves.

Eu só ouvia falar em Selena em uma das faixas da trilha sonora internacional da novela "Cara & Coroa" da TV Globo de 1995 intitulada "I Could Fall In Love" que eu tenho em CD. Nos tempos de videocassete, quando aluguei um dos filmes da Warner Home Video, me deparei com a breve execução da música no trailer de uma cinebiografia que a produtora lançaria sobre esta cantora. Décadas depois, quando o SBT exibiu esse filme estrelado por Jennifer Lopez, a J.Lo, interpretando a Selena, me fascinei pra caramba pela história e pelas suas músicas! Uma história que vale a pena conhecer e se emocionar. ♥


Selena Quintanilla-Perez, conhecida simplesmente como SELENA (Lake Jackson, 16 de abril de 1971 – Corpus Christi, 31 de março de 1995) foi uma cantora mexico-norte-americana que, apesar de que seu idioma nativo era inglês, ela cantava quase exclusivamente em espanhol nos estilos pop Tex-Mex chamada "tejano" (misto de música mexicana com texana) e "cumbia" (um ritmo de origem colombiana que, no Brasil, é aderido por muitas bandas de bailes populares da região Sul do país). Sua fama cresceu ao longo da década de 1990, especialmente em países de língua espanhola. Considerada a Rainha da música tejana ou Rainha da Tex-Mex, Selena é considerada uma das mais importantes cantoras da música latina com vendas de 60 milhões de álbuns em todo o mundo, perdendo apenas para Shakira e Gloria Estefan.

Selena aos 8 anos. Foi com esta idade que ela começou a cantar.


Selena Y Los Dinos

Capa do primeiro LP "Selena Y Los Dinos, de 1984, o primeiro álbum de carreira da cantora (ao centro, de rosa, ainda com cabelo curto) com a banda. Os irmãos A.B., o guitarrista (à esquerda, de preto) e Suzette, a baterista (à direita) também formam o conjunto.


Quando Selena tinha 8 anos, seu pai, Abraham Quintanilla que, na década de 1960 fazia parte de um grupo vocal de doo-wop, comprou uma bateria, uma guitarra e um microfone e formou a banda Selena Y Los Dinos com seus filhos A.B. (Abraham Quintanilla III), irmão mais velho de Selena na guitarra, Suzette na bateria e Selena como vocalista. No início, as crianças não queriam atender a vontade do pai, mas, com o tempo, se apegaram ao gosto pela carreira musical. Sua primeira apresentação foi no restaurante mexicano recém-inaugurado da família chamado Papagayo's, porém, no governo do então presidente Ronald Reagan, o restaurante foi fechado e a família mudou-se para a casa do irmão de Abraham em Corpus Christi, no Texas.


O Grande Sucesso


Selena em pôster de propaganda da Coca-Cola


A decolagem na carreira de Selena Y Los Dinos começou em 1986 com o lançamento do disco "Alpha". O álbum venceu o Prêmio Texano Music Awards na categoria Melhor Vocalista Feminina do ano. Em 1988 lança dois álbuns, "Preciosa" e "Dulce Amor". No ano seguinte, conhece o executivo do selo SBK Capitol/EMI Jose Behar que viu em Selena "a nova Glória Estefan". Selena assina o contrato com a gravadora e lança o álbum que leva o seu nome. Nessa mesma época, assina o contrato com a Coca-Cola e, até sua morte, vira a garota-propaganda da famosa marca de refrigerantes.
Em 1992, Selena lança seu terceiro álbum de carreira, "Como La Flor". A faixa-título, da autoria de seu irmão A.B. e de Pete Astudillo, se tornou muito popular entre Estados Unidos e México e foi o primeiro sucesso da artista ao alcançar o topo da Billboard Charts E.U.


Selena na propaganda da Coca-Cola Classic de 1988, "El Sabor de Tu Vida" (versão em espanhol)





Selena na propaganda da Coca-Cola Classic de 1988, "Can't Beat the Real Thing" (versão em inglês)





Selena e Chris Perez




No auge do sucesso, Selena conhece Christopher Perez, o Chris Perez, guitarrista e fã de heavy metal que se torna mais um membro de sua banda. Posteriormente, Selena e Chris têm uma relação amorosa que, inicialmente, não era aceita pelo Abraham, pai da cantora, acreditando que o músico estaria interessado no dinheiro da artista.    
Selena e Chris se casaram em segredo no dia 2 de abril de 1992. Depois de saber da notícia através de uma emissora de rádio, Abraham aceitou o relacionamento da filha com Chris Perez, sendo que, mesmo com a morte de Selena, Chris e Abraham permanecem amigos.

A banda Selena Y Los Dinos (com Chris Perez)


Talento também no figurino

O bustiê se tornou a marca registrada de Selena.

Selena mostrou que não era só como cantora que era talentosa, mas também como designer de roupas. A cantora usava em suas apresentações as roupas criadas por ela mesma, inclusive os famosos bustiês que se tornaram a sua marca registrada. Na década de 1990, quando começou a ser conhecida pela mídia americo-mexicano, a "rainha da música tejana", para investir também na moda, inaugurou a Selena Etc. Boutique & Salon no Texas.


Conhecendo Yolanda Saldívar

Selena e Yolanda Saldívar

Uma enfermeira de 34 anos, Yolanda Saldívar, havia conhecido a cantora em pequenos shows no final dos anos 80. Após as apresentações, Yolanda insistia para que deixassem trabalhar com a Selena. Abraham Quintanilla aceitou e, assim, Yolanda fundou e se tornou presidente da "Selena's Fan Clube" que contava com mais de 5 mil fãs. Yolanda e Selena se tornaram grandes amigas, pois Yolanda estava com ela o tempo todo e em qualquer lugar que a estrela texana fosse. Selena confiou inteiramente em Yolanda, tanto que lhe ofereceu para ser a administradora da Selena Etc.


Selena se torna diva

Selena recebendo o Grammy pelo álbum "Selena Live!". O lindo vestido, desenhado por ela, foi o mesmo usado posteriormente no videoclipe de "No Me Queda Más".


1994 foi um grande ano para Selena, pois havia lançado seu quinto álbum de estúdio,  "Amor Prohibido", que a colocou no topo das paradas latinas, e preparava uma turnê para a divulgação do mesmo. Além disso, Selena foi vencedora do Grammy daquele ano por "Selena Live!" um álbum ao vivo lançado um ano antes, na categoria "Melhor álbum Mexicano-Americano". Selena estava no auge de sua carreira, feliz, casada e realizada como profissional. Tudo não podia estar indo melhor. No restante do ano de 1994, Selena se dividia entre as gravações seu primeiro álbum em inglês e seu sexto álbum de estúdio, "Dreaming Of You" com lançamento previsto para dali alguns meses, e a série de shows pelo país que só aumentavam. "Dreaming of you" seria seu álbum de estreia no mercado americano. No final do mesmo ano, Selena ensaiava para seu show televisionado que divulgaria o disco "Amor Prohibido". O show aconteceu em 26 de Fevereiro de 1995 e levou 60.000 pessoas ao estádio Astrodome, em Houston, Texas. Este seria o último show de sua vida.


A desconfiança em Yolanda Saldívar

Yolanda Saldívar começava a se tornar inconveniente. Ficava chateada quando Selena não citava seu nome em entrevistas, mentia sobre ela e sabotava o Selena's Fan Clube. Vários admiradores enviavam cartas ao fã-clube presidido por Yolanda reclamando que lhe pagaram adiantado, mas não tinham recebido nenhum produto oficial de Selena.
Mas o pior estava por vir. Abraham Quintanilla, pai de Selena, descobriu que Saldívar desviava o dinheiro do fã-clube e da boutique. No dia 9 de março de 1995, Selena e Abraham decidiram confrontar Yolanda, mostrando todas as provas que tinham de que ela estava roubando. Yolanda tentava negar os fatos, mas não conseguiu disfarçar as evidências de que ela era a culpada . Assim, a presidente do Selena's Fan Clube e diretora da boutique Selena Etc. foi despedida.


O Assassinato

Selena aceitou encontrar-se com Yolanda no hotel Days Inn em Corpus Christi, Texas, no dia 30 de março de 1995. Inconformada com a demissão, Yolanda disse à Selena que nada daquilo era verdade e entregou a ela somente uma parte dos papéis da boutique, tentando provar à Selena que ela ainda era uma amiga fiel e justa. Ao voltar pra casa, a cantora percebeu que faltava alguns documentos, então telefonou para a Yolanda para um novo encontro no dia seguinte, 31 de março, no mesmo local. Yolanda, se negando a entregar o restante dos papéis, para ganhar tempo, disse que havia sido vítima de estupro em uma viagem ao México. Preocupada, Selena levou Yolanda ao hospital local para examinar o corpo da ex-colega, mas os médicos não encontraram nenhuma prova de crime sexual. As duas retornaram ao hotel e Selena exigiu que Yolanda entregasse os documentos imediatamente. A enfermeira perde o controle e tira um revólver da bolsa. A princípio ela aponta a arma para a sua cabeça ameaçando suicidar-se e depois para a Selena. A cantora fugiu, mas foi atingida nas costas por um tiro. A bala perfurou o ombro direito inferior e cortou uma artéria ligada ao coração, o que levou a uma perda maciça de sangue. Mesmo ferida, a cantora correu 100 metros até à recepção do hotel enquanto Yolanda corria atrás dela com arma em punho e a insultava aos gritos de "bitch!" ("vadia!").  Antes de cair no chão devido ao ferimento do tiro, Selena disse à recepcionista que Yolanda tinha atirado nela e disse também em qual quarto a discussão havia ocorrido.
Selena foi levada imediatamente ao hospital. Ela precisava de uma transfusão de sangue, embora os Quintanilla fossem testemunhas de Jeová, mas o hospital só soube da religião da família através do pai Abraham, logo depois que a transfusão foi realizada. Com ou sem a operação, não daria certo, já que o ferimento na artéria fora irrepatável. A Rainha do Tex-Mex faleceu com apenas 23 anos de idade no hospital às 13:05 de hemorragia causada pelo tiro. Em outubro de 1995, um júri em Houston, Texas, condenou Yolanda Saldívar à prisão perpétua por assassinato em primeiro grau com a possibilidade de cumprir o restante da pena em regime aberto após 30 anos.


O impacto

Selena em sua última apresentação em público no estádio Astrodome em Houston, Texas.


A morte de Selena causou um grande impacto nos Estados Unidos. Redes de televisão interromperam completamente suas programações para noticiarem sobre a morte da cantora. Rádios tocavam suas músicas sem parar. A morte foi capa do The New York Times por dois dias seguidos. Artistas como Julio Iglesias, Thalía, Gloria Estefan e a "rainha do pop" Madonna, esta que foi uma das influências de Selena, se manifestaram na imprensa seus pêsames à família Quintanilla. Numerosos memoriais e vigílias foram realizadas em memória da cantora. Cerca de 60.000 fãs compareceram ao funeral e enterro de Selena, que está sepultada no Seaside Memorial Park, em Corpus Christi.
14 dias após a morte de Selena, o então governador do Texas George W. Bush, instituiu o dia 16 de abril (dia do nascimento de Selena) como o "Dia da Selena" no Texas, sendo que este dia permanece até hoje.

Túmulo de Selena no Seaside Memorial Park, em Corpus Christi, Texas.


Dreaming Of You



"Dreaming of You" ("Sonhando Com Você") foi o último álbum de estúdio de Selena, lançado postumamente em 18 de julho de 1995. Era pra ser um disco inteiramente em inglês, mas só foram gravadas algumas músicas a partir do final de 1994 até 14 de março de 1995 devido à morte trágica da cantora em 31 de março de 1995. Era neste dia em que ela havia marcado uma gravação de mais uma faixa do CD chamada "Oh, No (I'll Never Fall In Love Again)" [Oh, Não! (Nunca Mais Vou Me Apaixonar)]. O álbum foi um sucesso comercial nos Estados Unidos e vendeu mais de 3,5 milhões de cópias. Entre os sucessos, estão a faixa-título e "I Could Fall In Love" (que, no Brasil, fez parte da trilha sonora da novela "Cara & Coroa" da Rede Globo no mesmo ano).


"Selena" - o Filme



Jennifer Lopez no papel de Selena, um dos trabalhos mais importantes da carreira da cantora e atriz.


Em 1997 foi lançado pela Warner Bros. a cinebiografia "Selena" que conta a história de uma cantora com carreira abrangente que foi assassinada no auge da carreira. O filme foi produzido sob as críticas de que a família de Selena queria lucrar com a tragédia, pois as filmagens começaram a ser rodadas 15 meses após a morte da estrela. No fim, o longa foi responsável tanto por levar a cantora e atriz Jennifer Lopez, que fazia o papel da protagonista, ao estrelato mundial, quanto por tornar a cantora Selena conhecida pelo mundo inteiro, sendo que, antes de sua trágica morte, seu sucesso se limitava basicamente ao México e ao Texas, atingindo em sua maioria à colônia latino-americana. O filme encerra ao som de "Dreaming of You" com imagens da verdadeira Selena sendo também mostrada a tristeza de seus fãs com sua morte.

Trailer do filme "Selena" (Warner Bros. , 1997)



https://www.youtube.com/watch?v=urAy7RJIWUs


Seus grandes sucessos

Todos os álbuns das faixas citadas foram lançados pela EMI Latin Music (hoje Universal Music)

*"Como La Flor", de A.B. Quintanilla III e Pete Astudillo (do álbum "Entre A Mi Mundo, 1992)
O primeiro grande sucesso de Selena




*No me queda más, de Ricky Vela (do álbum "Amor Prohibido", 1994)
 





*Amor Prohibido, de  A.B. Quintanilla III e Pete Astudillo (do álbum "Amor Prohibido", 1994)





*"Bidi Bidi Bom Bom", de Selena Quintanilla e Pete Astudillo (do álbum "Amor Prohibido", 1994)
Este hit já foi cantado também pela sua xará, estrela teen Selena Gomez.





*"Baila Esta Cumbia", de A.B. Quintanilla III e Pete Astudillo (do álbum "Ven Conmigo", 1990)




*"Si una Vez", de A.B. Quintanilla III e Pete Astudillo (do álbum "Amor Prohibido", 1994)




*"I Could Fall in Love", de Keith Thomas (do álbum "Dreaming of You", 1995)



*"Dreaming of You", de Franne Golde, Tom Snow (do álbum "Dreaming of You", 1995)




*Jennifer Lopes, a "J.Lo" em 2001, que viveu Selena no filme, interpretando "I Could Fall In Love"











terça-feira, 16 de setembro de 2014

16/09/2014 - O Centenário de Lupicínio Rodrigues



CENTENÁRIO DE NASCIMENTO

Lupicínio Rodrigues, grande compositor brasileiro, nasceu em Porto Alegre, RS, no dia 16 de setembro de 1914 e lá morreu no dia 27 de agosto de 1974.
"Lupe", como era chamado desde pequeno, compôs marchinhas de carnaval e sambas-canção, músicas que expressam muito sentimento, principalmente a melancolia por um amor perdido. Foi o inventor do termo "dor de cotovelo", que se refere à prática de quem crava os cotovelos em um balcão ou mesa de bar, pede um uísque duplo e chora pela perda da pessoa amada. Constantemente abandonado pelas mulheres, Lupicínio buscou em sua própria vida a inspiração para suas canções, onde a traição e o amor andavam sempre juntos.
De 1935 a 1947 trabalhou como bedel da Faculdade de Direito da UFRGS. Nunca saiu de Porto Alegre, a não ser por uns meses em 1939, para conhecer o ambiente musical carioca. Porto Alegre era seu berço querido e todo o seu universo.
Boêmio, foi proprietário de diversos bares, churrascarias e restaurantes com música, que seguidamente ia abrindo e fechando, tudo apenas para ter, antes do lucro, um local para encontro com os amigos. Torcedor do Grêmio, compôs o hino tricolor em 1953.
Deixou cerca de uma centena e meia de canções editadas; outras centenas que compôs foram perdidas, esquecidas ou então à espera de quem as resgate. Suas obras: "Aves Daninhas", "Cadeira Vazia", "Cevando o Amargo", "Ela Disse-me Assim", "Esses Moços - Pobres Moços", "Exemplo", "Felicidade", "Foi Assim", "Judiaria", "Loucura", "Maria Rosa", "Migalhas", "Nervos de Aço", "Nunca", "Quem Há de Dizer", "Se Acaso Você Chegasse", "Se É Verdade", "Sozinha", "Torre de Babel", "Um Favor", "Vingança", "Volta" e "Zé Ponte".

Adaptado da Wikipédia no dia 22/02/2013
Fonte: Almanaque Santo Antônio 2014, Editora Vozes.

Lupicínio Rodrigues cantando "Vingança"



https://www.youtube.com/watch?v=5xHACWki9Rg


Jamelão (1913 - 2008), o cantor que mais gravou músicas de Lupicínio, interpretando "Cadeira Vazia" 



 https://www.youtube.com/watch?v=QVc_7rzyRtg


Jamelão interpretando "Nervos de Aço"



http://youtu.be/zMX3LJIyDjs

Festa de Lançamento do "Clube do Samba" (Fantástico, 1979)

"Meninos da Mangueira" - Ataulpho Jr. e Diogo Nogueira no programa "Samba da Gamboa" na TV Brasil