Portela

Portela
Vamos comemorar que a campeã voltou! Portela!!! #PortelaCampeã
"O que é de verdade ninguém mais hoje liga: isso é coisa da antiga" - Ney Lopes e Wilson Moreira

Olá!!!Seja bem-vindo!!

Elsa (Frozen) ♥

terça-feira, 31 de março de 2015

Jesus de Nazaré (filme de 1977)

Poster do filme "Jesus de Nazaré"

Uma das coisas que eu mais adoro ver na Rede Record além do Pica-Pau e "Todo Mundo Odeia o Chris": é o filme bíblico "Jesus de Nazaré" (Gesù di Nazareth / Jesus of Nazareth, ITC Entertainment/RAI TV, Radiotelevisione Italiana, 1977) sempre exibido nas tardes de feriados cristãos. Na verdade, "Jesus de Nazaré" se tratava de uma minissérie ítalo-britânica, exibida nos cinemas e dirigida por Franco Zefirelli (Gianfranco Corsi Zeffirelli, Florença, Itália, 12 de fevereiro de 1923). É a história de Jesus de Nazaré, o Filho de Deus (vivido pelo ator britânico Robert Powell) do Nascimento a Ressurreição, misturando as narrativas dos Quatro Evangelhos relatados no Novo Testamento na Bíblia. Em sua versão original, o filme tem mais de 6 horas de duração, enquanto, para a televisão, foi reduzido para 5 horas e os cortes são vistos claramente nas transições de uma cena para outra. A versão televisiva vem sendo lançado mundialmente em um único DVD, inclusive no Brasil (possivelmente encontrado nas Lojas Americanas por R$15,00). A TV Record reduziu mais ainda o tempo do filme: para 2 horas e 42 minutos, mas esta adaptação brusca não faz com que uma das principais atrações da emissora de Edir Macedo deixe de ser o favorito do público. Passe quantas vezes quiser que ninguém enjoa.
Segundo o site R7, na filmagem de muitas cenas, os colaboradores não conseguiam conter as lágrimas emocionadas diante da “construção” da história. O diretor Franco Zefirelli admitiu que, desde a estreia do filme, recebia cartas de agradecimento de milhares pessoas de todos os lugares do mundo, que se sentiram impressionadas e, com frequência, haviam abraçado a vida religiosa após ver "Jesus de Nazaré".


Curiosidades:
*O roteirista Anthony Burgess escreveu o roteiro do longa em apenas 4 dias.
*Durante a cena da Última Ceia do filme, o clima de silêncio absoluto e de densa espiritualidade se criou dentro do estúdio, enquanto fora se desencadeava uma tempestade de areia.
*Elizabeth Taylor faria o papel de Maria Madalena, mas a atriz adoeceu gravemente e foi substituída pela Anne Bancroft.
*O ator Robert Powell, no papel de Jesus Cristo, pisca ou fecha os olhos pouquíssimas vezes durante o longa, na intenção de dar mais destaque aos seus olhos azuis (Blah Cultural) . Outros atores nos quais são possíveis de reparar poucas piscadas de olhos são o garoto Lorenzo Monet no papel de Jesus aos 12 anos e Michael York vivendo João Batista. (como eles conseguiam? rs rs!)
*Após ver o filme, o Sumo Pontífice da época Papa Paulo VI (Giovanni Battista Enrico Antonio Maria Montini, 1897-1978) recebeu Franco Zefirelli em uma audiência privada, lhe agradeceu e lhe perguntou o que a Igreja poderia fazer por ele. Zefirelli respondeu:"Eu gostaria que esta obra também chegasse à Rússia". E o Papa lhe disse:"Tenha fé, logo sobre o Kremlin flamejarão as bandeiras de Nossa Senhora, ao invés das vermelhas". Treze anos após a morte de Paulo VI, em 8 de dezembro de 1991, dia da Imaculada Conceição, a bandeira vermelha com a foice e o martelo, que brilhou durante décadas sobre o Kremlin, foi trocada pela bandeira tricolor da Federação Russa. (Zenit.Org)
*Robert Powell tinha 33 anos, a idade de Cristo, quando interpretou o Nazareno.

Nesta Sexta-feira Santa, dia 3 de abril de 2015, "Jesus de Nazaré" será exibido às 14:30 no Cine Record Especial na TV Record.


Franco Zefirelli e Robert Powell nos bastidores da cena da crucificação.



O diretor Franco Zeffirelli, Robert Powell e o produtor Lew Grade na escalação de elenco do filme "Jesus de Nazaré"

Sobre alguns atores do file:


Anne Bancroft (Maria Madalena)

Anne Bancroft na década de 1960 (primeira foto), no papel de Maria Madalena e na década de 2000


Anna Maria Louisa Italiano, nome de batismo de Anne Bancroft, nasceu em 1931 em Bronx, Nova Iorque. Seu primeiro grande filme, "O Milagre de Anne Sullivan" ("The Miracle Worker", Metro-Goldwin-Mayer / United Artists, 1962) lhe rendeu o Oscar de melhor atriz, mas seu sucesso aconteceu em 1967 com o filme "A Primeira Noite de Um Homem" ("The Graduate", Metro-Goldwin-Mayer) no qual interpretou a Mrs. Robinson (ou Sra. Robinson), a mãe da namorada de Benjamin Braddock, vivido pelo desconhecido Dustin Hoffman. Anne Bancroft morreu aos 73 anos, vítima de câncer de colo do útero em 6 de junho de 2005.


Claudia Cardinale (adúltera)

Da esquerda para direita: Claudia Cardinale no auge da fama na década de 1960 em cena do filme "Oito e Meio" ("Otto e Mezzo"), no papel de adúltera e hoje.

A eterna musa da década de 1960 fez uma breve participação no filme no papel de uma adúltera que, por pouco, não foi apedrejada graças à salvação de Jesus Cristo. Hoje Claudia Cardinale é uma libertária com fortes convicções políticas. Ela é uma esquerdista envolvida em questões das mulheres e dos homossexuais. Também cita o orgulho da sua herança árabe (a atriz nasceu na Tunísia em 1938 e é filha de italianos) e se envolve em inúmeras causas humanitárias.


Olivia Hussey (Maria de Nazaré, mãe de Jesus)

Olivia Hussey em "Romeu e Julieta", como Maria mãe de Jesus em"Jesus de Nazaré" e hoje.

Olivia Hussey, pseudônimo de Olivia Osuna, nasceu em 1951 em Buenos Aires, Argentina, e é filha de Isvaldo Ribo (nome artístico de Andreas Osuna), cantor argentino de óperas e tangos, e Joey Hussey, britânica, que em 1958 levou os filhos para morar na Inglaterra. Ficou famosa aos 17 anos, em 1968, no papel de Julieta, no filme "Romeu e Julieta", também dirigido por Franco Zefirelli e baseado no romance homônimo de William Shakespeare e, a partir daí, Olivia Hussey foi considerada uma das mulheres mais bonitas do mundo. Além de cenas românticas, o filme tem ainda imagens do jovem casal nu. Zeffirelli precisava de autorização para fazer a cena, já que Olivia era menor de idade na época. Na première do filme em Londres, a atriz também não pôde comparecer, por conta das cenas de nudez, embora que a mulher nua em questão fosse ela mesma (Ego).
Dedicou-se mais à televisão trabalhando em minisséries e filmes televisivos. Sua carreira teve que ser interrompida devido a intensa agorafobia (medo mórbido de estar em lugares públicos ou espaços abertos onde, aparentemente, não é possível receber ajuda caso a pessoa se sinta mal) que obrigou Olivia a se afastar do cinema. Quando voltou à vida pública, ela continuou sua carreira nos cinemas, mas em papéis secundários. Olivia Hussey é mãe da atriz India Eisley, da série "A Vida Secreta de uma Adolescente Americana".


Robert Powell (Jesus Cristo)


Robert Powell nasceu em 1 de junho de 1944, em Salford, distrito metropolitano da Grande Manchester, na Inglaterra. Começou sua carreira de ator em 1964 e estreou nos cinemas em 1969 no filme "The Italian Job". O sucesso aconteceu com o filme "Jesus de Nazaré" no papel principal. Graças à sua elogiada interpretação no longa religioso, ganhou os prêmios de melhor ator da Italian TV Times e dos festivais de Fiuggi e Saint-Vicent.
Desde 1975 é casado com Barbara Babs Lord e o casal tem dois filhos.

Grazie, Franco Zefirelli! Hoje "Jesus de Nazaré" é um dos meus filmes preferidos sobre a vida do Nosso Senhor.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Meu blog superou 100 mil visualizações! \o/

Foto do desfile triunfal, embora não tenha conquistado o campeonato, da Portela este ano com o enredo "Imagina-Rio, 450 Janeiros de Uma Cidade Surreal". Os fogos de artifício são de montagem minha.


Três semanas depois de o meu blog ter completado seis anos, ele já alcançou mais de 100 mil visualizações de ontem (17/03/2015) para hoje (18/03). Tudo o que eu tenho que dizer é muito obrigada aos fãs da Portela, do samba (carioca ou de qualquer lugar) e do Roberto Carlos e ao público em geral. Muitíssimo obrigada de coração!

Eu (agora bem diferente, rs rs) em foto de agradecimento! :D

segunda-feira, 16 de março de 2015

Jake Trevisan e o seu axé music religioso



Só este ano descobri que tem uma pessoa que admiro muito que faz aniversário no mesmo dia que eu: é a cantora católica Jake Trevisan que leva o seu axé music evangelizador e politicamente correto aos quatro cantos do Brasil.
Filha de pai mineiro e mãe sergipana, Jacquelinne Michelly Santos da Silva, seu nome de batismo, nasceu no dia 12 de março de 1979 em São Paulo, capital. Seu primeiro contato com a música foi aos 8 anos de idade, quando a sua mãe a colocou numa escolinha de violão. Sua vocação pela música persistiu e com 14 anos cantou "I Will Always Love You" (de Dolly Parton) na versão da Whitney Houston em sua formatura. Ainda aos 14, Jake começou a desenvolver sua musicalidade na paróquia, dentro da igreja católica.
Sua mãe comprou uma bateria, um teclado e uma guitarra, o que incentivou Jake e seus irmãos a estudarem a música. Foi assim que formaram o grupo Guerreiros do Amor que era convidado a participar de vários encontros dentro e fora da diocese e da cidade.
Em 2006 o grupo buscou uma gravadora para lançar um CD e assim, como cantora solo e com aliança ao grupo, Jake lançou "Guerreira do Amor". O estilo axé-music logo se incorporou ao repertório devido às referências musicais e à voz forte de Jake. O objetivo era ajudar os jovens e transmitir mensagens de esperança e amor.
Mas foi entre os anos de 2008 e 2009 que uma das músicas do mesmo álbum, "Pó Pará Com Pó", cuja letra incentiva a juventude a se distanciar das drogas, virou hit de verão. Até Caetano Veloso se rendeu à música e recomendou para que as bandas a cantassem em todo o país. Jake também foi cantar no trio-elétrico de ninguém menos que Ivete Sangalo no Carnatal 2008 na capital do Rio Grande do Norte.
Em 2013, apresentou-se no palco principal em Copacabana na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) durante a vinda do recém-pontificado Papa Francisco.
No ano passado lança seu terceiro álbum, "Esperança", no qual a cantora Elba Ramalho participa na faixa "Sem Jesus Não Vai". O CD também traz ritmos mais ousados como a salsa e o carimbó.


Discografia (todas da gravadora JM Music):
"Guerreira do Amor", 2006
"Fé na Vida", 2011
"Esperança", 2014


Fontes:
Site oficial Jake Trevisan ( www.jake.com.br)
Link "Jardins Show" ( http://jardinsshow.com.br/web/wp-content/files_mf/releasejake2014.pdf )


Video: Testemunho de Jake Trevisan, dirigido pelo marido da cantora, Gustavo Trevisan.



Vídeo-áudio: "Pó Pará com Pó" (do CD "Guerreira do Amor, JM Music, 2006)



"Sem Jesus Não Vai" (com Elba Ramalho) (do CD "Esperança", JM Music, 2014)



"Abençoar Você" (do CD "Esperança", JM Music, 2014)




Jake Trevisan no trio-elétrico de Ivete Sangalo no Carnatal 2008 em Natal, Rio Grande do Norte (link) = https://youtu.be/FMrHUTx5R3o?t=5m

Festa de Lançamento do "Clube do Samba" (Fantástico, 1979)

"Meninos da Mangueira" - Ataulpho Jr. e Diogo Nogueira no programa "Samba da Gamboa" na TV Brasil